segunda-feira, 29 de maio de 2017

Elis

sempre nos vendem
o novo como bom
nos escondem:
novidade é desconforto.
os novos dos quais gostamos,
na verdade,
são velhos sabores requentados.

a novidade de verdade é feita de gostos que ainda temos que aprender a sentir.

não são ruins!
mas nos são difíceis,
assim como linguagens das quais só sabemos as vogais.
e apesar de sentirmos uma
quase necessidade
de aprender a ler
isso parece nos dar muito trabalho.

é mais fácil repetir,
maquinalmente,
versos que não arrepiam mais nosso coração
do que aprender a ler,
e significar,
o amarelo das luzes que arrepiam o rio.

Nina Moura - 26/05/17

Nenhum comentário:

Postar um comentário